DÊ PLAY AGORA!

Youtube
Spotify
Deezer
Apple Podcasts
Amazon Podcast
Dê play agora!

Liderança e Gestão de Equipes de Marketing: Insights de Daniel Aguado

mar 28, 2024

A liderança e gestão de equipes de marketing eficaz são fundamentais no ambiente de negócios atual, que é caracterizado por constantes mudanças e inovações. Neste blogpost, exploraremos insights valiosos sobre estratégias de liderança e gestão de equipes de marketing na educação, com foco na experiência e na trajetória profissional de Daniel Aguado, um nome de destaque no campo do marketing.

Mauro Palacios e Daniel Aguado falam sobre liderança e gestão de equipes de marketing.

Trajetória Profissional de Daniel Aguado

Daniel Aguado, com uma sólida formação em desenho industrial, percorreu um caminho único até alcançar o topo do marketing. Sua jornada começou no setor financeiro, na Redcard, seguindo para posições de liderança e gestão de equipes de marketing na Latam e no Poliedro, até chegar ao seu papel atual como CMO da Fundação Dom Cabral, uma das instituições de ensino mais respeitadas do Brasil.

De Desenho Industrial ao Marketing

Contrariando o caminho tradicional, Aguado utilizou sua formação em desenho industrial como um trampolim para mergulhar no universo do marketing. Sua experiência diversificada, abrangendo desde comunicação interna e externa até trade marketing e eventos, forneceu-lhe uma base sólida para enfrentar os desafios na liderança e gestão de equipes de marketing.

Experiências Marcantes na liderança e gestão de equipes de marketing

O Desafio da Aviação

A transição de Aguado para o setor de aviação, especificamente durante a fusão que resultou na Latam, destaca a importância de adaptabilidade e resiliência na liderança e gestão de equipes de marketing. Enfrentar um mercado conhecido por sua volatilidade preparou Aguado para gerenciar mudanças significativas e liderar equipes através de transformações complexas.

Transformação no Setor Educacional

Sua mudança para o segmento educacional, primeiramente no Poliedro e depois na Fundação Dom Cabral, ilustra a capacidade de Aguado de enxergar o potencial de transformação através da educação. Em ambas as posições, ele enfatizou a estruturação e profissionalização do marketing no setor educacional, reconhecendo a educação como uma indústria capaz de promover mudanças profundas na sociedade.

Liderança e gestão de equipes de marketing na Educação

Abordagem de Marketing na Educação

Aguado aponta diferenças cruciais nas estratégias de marketing entre os setores de aviação e educação. No último, o foco recai sobre os atributos e diferenciais dos programas, visando o desenvolvimento individual dos alunos. A jornada de compra no setor educacional é destacada como mais complexa, exigindo uma abordagem mais assistida e cuidadosa por parte dos líderes de marketing.

O Valor do Fit Cultural

A importância de um fit cultural entre os estudantes e a instituição de ensino é enfatizada por Aguado. Na Fundação Dom Cabral, por exemplo, busca-se não apenas a performance acadêmica, mas também o progresso social, refletindo a missão da instituição de formar líderes capazes de gerar impacto positivo na sociedade.

Estratégias de Liderança e Gestão de Equipes de Marketing na Fundação Dom Cabral

A liderança e gestão de equipes de marketing são componentes vitais para o sucesso de qualquer instituição, especialmente no setor educacional, onde a concorrência e a necessidade de diferenciação são altas. Este blogpost se aprofunda nas estratégias implementadas pela Fundação Dom Cabral para se destacar no mercado educacional, com base na experiência compartilhada por Daniel Aguado.

A Importância do Produto e do Network na Educação

O Valor do Network e Alumni

A Fundação Dom Cabral valoriza profundamente o poder do networking e o impacto positivo de sua rede de ex-alunos (alumni). Aguado destaca a importância das recomendações e do acompanhamento da trajetória de carreira dos participantes após a conclusão dos programas.

Essa estratégia não só reforça a reputação da instituição mas também ajuda os alunos a fazer escolhas mais conscientes em suas carreiras, fortalecendo o valor percebido da educação de qualidade.

Contribuições dos Alumni

A conexão contínua com os alumni é um aspecto crucial para a Fundação. Aguado menciona o orgulho que a instituição sente quando ex-alunos buscam maneiras de contribuir e facilitar o acesso de mais pessoas à educação de qualidade oferecida pela Fundação. Esse engajamento contínuo fortalece a comunidade educacional e o valor percebido da educação proporcionada.

Diferenciação no Mercado Educacional

Lançamento de Novos Programas

A iniciativa de lançar a primeira turma de graduação em administração, apesar de um mercado saturado, exemplifica a confiança na reputação e na qualidade da educação oferecida pela Fundação. Aguado aponta como a reputação sólida da instituição inspira confiança nos pais e alunos, destacando-se significativamente no competitivo mercado educacional.

Estratégias de Diferenciação

  • Integração das Educações

Uma das principais estratégias de diferenciação da Fundação Dom Cabral é a integração de diferentes níveis de educação: executiva, acadêmica e social. Essa abordagem holística à educação diferencia a Fundação dos concorrentes, oferecendo uma experiência de aprendizado mais rica e variada.

  • O Poder do Networking

Além da integração educacional, o networking entre participantes é reconhecido como um fator distintivo. Esse network sólido não só enriquece a experiência educacional mas também apoia o avanço de carreira dos alunos após a conclusão de seus cursos.

  • Reconhecimento Internacional

O reconhecimento internacional e as credenciais, como ser nomeada a sétima melhor escola de negócios do mundo pelo Financial Times, reforçam a posição da Fundação Dom Cabral como líder no segmento educacional. Essas conquistas são utilizadas estrategicamente para destacar a instituição na escolha dos consumidores.

Mauro Palacios e Daniel Aguado falam sobre liderança e gestão de equipes de marketing.

Tomada de Decisão do Consumidor

Jornadas Não Lineares e Relacionamentos Empresariais

A Fundação aborda a jornada do consumidor reconhecendo a não linearidade das decisões de educação. Muitos alunos chegam à Fundação através de relações corporativas, destacando a importância de manter uma equipe dedicada a entender e atender às necessidades de desenvolvimento das organizações.

Campanhas Direcionadas e Momentos de Carreira

A Fundação se concentra em mapear perfis e momentos de carreira dos potenciais alunos, direcionando suas campanhas para aqueles que percebem a necessidade de desenvolvimento ou desejam avançar em suas carreiras. Essa abordagem ajuda a alinhar as ofertas educacionais com as necessidades individuais, facilitando uma decisão de compra mais informada.

Inovação em Campanhas de Marketing e a Gestão Eficiente de Equipes

A liderança e gestão de equipes de marketing eficazes são essenciais para impulsionar a inovação e alcançar o sucesso em um ambiente de negócios em constante mudança. Este blogpost destaca a importância de campanhas inovadoras e a gestão eficiente de equipes, inspirado nas experiências e insights de Daniel Aguado, um líder experiente no campo do marketing.

Campanhas Marcantes na Carreira de Daniel Aguado

A Arte de Mudar Marcas e Campanhas Criativas

Daniel Aguado compartilha sua experiência em participar de projetos desafiadores, como mudanças de marca e campanhas de marketing inovadoras. Duas campanhas da Latam, relacionadas à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos, são destacadas como momentos de orgulho e aprendizado.

Aguado enfatiza a importância da criatividade, elegância e verdade na execução dessas campanhas, demonstrando como abordagens inovadoras podem superar limitações e destacar a marca em eventos globais.

Desafios e Soluções Criativas em liderança e gestão de equipes de marketing

As campanhas da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos ilustram a capacidade de pensar fora da caixa e de encontrar soluções criativas para desafios de marketing. Aguado ressalta a complexidade logística e a importância estratégica de tais campanhas para a marca, evidenciando o valor da inovação e do planejamento meticuloso no marketing esportivo.

Desafios na liderança e gestão de equipes de marketing

Confrontando a “Juniorização” e o Desenvolvimento de Equipes

Daniel Aguado expressa sua preocupação com a tendência de “juniorização” nas equipes de marketing, questionando o que está sendo feito para desenvolver a próxima geração de profissionais de marketing. Ele critica a negligência em investir no desenvolvimento das habilidades técnicas e comportamentais das equipes de marketing, apesar dos investimentos substanciais em publicidade e patrocínios.

A Transformação do Marketing e a Necessidade de Desenvolvimento

Aguado observa que a disciplina de marketing é uma das que mais se transformaram nas últimas décadas. Ele questiona se as organizações estão realmente atentas a essa transformação e se estão apoiando o desenvolvimento necessário para adaptar-se às novas realidades do mercado.

A importância de desenvolver habilidades técnicas juntamente com habilidades comportamentais é enfatizada como essencial para a formação de profissionais de marketing bem-sucedidos e eficazes.

Estratégias para o Desenvolvimento de Equipes de Marketing

Enfocando Habilidades Técnicas e Comportamentais

Daniel Aguado destaca a importância de equilibrar o desenvolvimento de habilidades técnicas, como a compra de mídia de performance e o entendimento da mídia programática, com habilidades comportamentais, como negociação, escuta ativa e argumentação. Ele defende uma abordagem holística no desenvolvimento de equipes de marketing, onde a capacidade técnica é complementada por fortes habilidades interpessoais.

A Responsabilidade da liderança e gestão de equipes de marketing no Desenvolvimento de Talentos

Aguado sublinha a responsabilidade dos líderes de marketing em investir no desenvolvimento das suas equipes. A abordagem não deve se limitar a lamentar a falta de experiência ou habilidades, mas sim buscar ativamente maneiras de cultivar e desenvolver o talento dentro das organizações. Este foco no desenvolvimento de talentos é apresentado como crucial para o sucesso a longo prazo tanto dos indivíduos quanto das organizações que eles servem.

Navegando pelos Desafios Geracionais e a Flexibilidade no Marketing

A capacidade de liderar e gerenciar equipes de marketing no atual ambiente de trabalho, caracterizado por diversidade geracional e mudanças nos padrões de trabalho pós-pandemia, é crucial para o sucesso organizacional. Este blogpost se aprofunda nos desafios e oportunidades apresentados por essas dinâmicas, com base nos insights de Daniel Aguado.

Choques Geracionais no Ambiente de Trabalho

A Diversidade como Valor Organizacional

Daniel Aguado observa que, pela primeira vez na história do mercado de trabalho, quatro gerações diferentes convivem dentro das organizações. Longe de ver isso como um problema, Aguado enxerga uma valiosa oportunidade de diversidade de pensamento.

O desafio reside em harmonizar essas diferenças para que sejam construtivas, permitindo que cada geração contribua com suas forças únicas, desde habilidades interpessoais até a disposição para assumir riscos e inovar.

Construção de Pontes entre Gerações

Aguado destaca a importância de criar um ambiente em que as gerações mais experientes possam compartilhar suas habilidades de relacionamento e construção de argumentos, enquanto as gerações mais jovens trazem sua propensão para a ação, a disposição para o risco e uma abordagem prática para resolver problemas. Essa sinergia pode enriquecer a dinâmica da equipe e impulsionar a inovação.

Gestão Flexível e Desafios Regulatórios

Além do Modelo de Comando e Controle

Aguado critica o modelo tradicional de gestão de comando e controle, especialmente em equipes de marketing e agências, por limitar a criatividade e a centralidade no cliente. Ele advoga por uma abordagem mais flexível que considere a produtividade, a eficiência e a qualidade do trabalho entregue, independentemente das horas trabalhadas ou da localização física dos colaboradores.

Essa flexibilidade, embora desafiadora devido a regulamentações trabalhistas e práticas engessadas, é vista como essencial para liberar o potencial criativo e a inovação.

Trabalho Remoto, Híbrido e Presencial Pós-Pandemia

Adaptação às Novas Dinâmicas de Trabalho

Refletindo sobre as mudanças de comportamento pós-pandemia, Aguado compartilha sua experiência com o modelo de trabalho híbrido, alternando entre home office e presença física conforme necessário. Ele ressalta a importância de manter a atenção na construção e manutenção da cultura organizacional, seja remotamente ou presencialmente.

Aguado argumenta que é possível estabelecer e reforçar os valores da cultura da empresa através de rituais adaptados ao ambiente remoto, desafiando a noção de que a cultura só pode ser construída presencialmente.

A Flexibilidade Como Fator de Sucesso

Especificamente em contextos urbanos com desafios logísticos significativos, como São Paulo, a flexibilidade de trabalhar de casa oferece benefícios tangíveis em termos de economia de tempo e bem-estar dos colaboradores. Aguado se posiciona a favor dessa flexibilidade, destacando-a como um meio de otimizar a produtividade e a satisfação no trabalho.

Mauro Palacios e Daniel Aguado falam sobre liderança e gestão de equipes de marketing.

Produtividade e Controle no Trabalho Remoto

Reflexão sobre a Produtividade Presencial vs. Remota

Daniel Aguado questiona a noção de produtividade associada exclusivamente ao ambiente de trabalho presencial, lembrando-nos de que distrações e pausas fazem parte tanto do escritório quanto do ambiente doméstico. Ele destaca que a verdadeira medida de sucesso não é onde ou como o trabalho é feito, mas se as entregas são realizadas conforme o esperado, dentro dos prazos e padrões acordados.

Estruturação da Rotina Remota

Para Aguado, estabelecer rotinas de trabalho, mesmo em um cenário remoto, é fundamental. Ele pratica reuniões semanais de equipe e encontros individuais para garantir o alinhamento e o acompanhamento do progresso, independentemente da localização física dos membros da equipe. Essas práticas permitem flexibilidade, mantendo a eficiência e promovendo a produtividade no marketing digital.

Flexibilidade e Eficiência no Trabalho Híbrido

Superando Desafios Regulatórios e Operacionais

Aguado reconhece os desafios regulatórios e operacionais enfrentados pelas organizações ao implementar práticas de trabalho flexíveis, mas defende a importância de adaptar-se para promover a criatividade e a satisfação no trabalho. Ele vê a flexibilidade como uma resposta necessária às demandas contemporâneas por um equilíbrio entre vida profissional e pessoal, especialmente em ambientes urbanos com desafios logísticos significativos.

Desenvolvimento de liderança e gestão de equipes de marketing no Contexto Híbrido

Orientações para Líderes em Formação

Para Aguado, o desenvolvimento de líderes dentro de sua equipe é uma prioridade. Ele enfatiza a importância de equilibrar a informalidade característica dos ambientes de marketing e agência com a necessidade de abordar “conversas chatas”, como feedbacks construtivos e discussões sobre desenvolvimento.

Aguado acredita que liderar pelo exemplo é crucial, garantindo que os comportamentos e expectativas dos líderes estejam alinhados com os valores da organização.

Comunicando a Cultura Empresarial Remotamente

Aguado também aborda o desafio de manter e comunicar a cultura empresarial em um ambiente de trabalho remoto ou híbrido. Ele sugere um conjunto de atividades, como apresentações de projetos em andamento pelas equipes, para promover a conexão com os valores da empresa e os objetivos estratégicos.

Valorizar comportamentos alinhados à cultura e abordar desvios de forma oportuna são práticas essenciais para reforçar a cultura empresarial à distância.

Mantendo a Motivação em Equipes de Marketing: Estratégias e Reflexões

A motivação da equipe é um elemento crucial para manter a produtividade e a satisfação no trabalho, especialmente em ambientes de marketing dinâmicos. Este blogpost se baseia nos insights de Daniel Aguado sobre estratégias eficazes para motivar equipes de marketing, abordando desde a importância das conquistas diárias até a responsabilidade individual no engajamento e desenvolvimento de carreira.

Realizações Como Fator de Motivação

A Importância das Entregas

Para times de marketing, ver o resultado de seu trabalho concretizado, como campanhas saindo do papel e alcançando o público, é uma fonte de motivação. Aguado destaca que a falta de visibilidade das entregas pode ser desmotivadora, sugerindo que a realização de projetos é fundamental para a satisfação da equipe.

Autonomia e Alinhamento

A autonomia é valorizada como um meio de empoderamento dos colaboradores, permitindo-lhes propor ideias, questionar o status quo e participar ativamente das decisões. No entanto, essa autonomia vem com a necessidade de um alinhamento claro dentro da organização para garantir que todos estejam caminhando na mesma direção.

Celebrar as Pequenas Conquistas

Aguado enfatiza a importância de reconhecer não apenas os grandes feitos, mas também as pequenas vitórias diárias. Essas celebrações podem ajudar a manter o time motivado ao longo do ano, valorizando cada passo do processo.

Engajamento e Desenvolvimento Pessoal

Incentivos e Engajamento Individual

A discussão se estende para a questão do engajamento ser uma responsabilidade compartilhada ou predominantemente individual. Aguado inclina-se para a ideia de que o engajamento começa com o indivíduo. Enquanto incentivos como viagens, prêmios e bônus são bem-vindos, existe uma componente intrínseca ao engajamento que cada pessoa deve explorar.

Responsabilidade na Carreira

A responsabilidade pela própria carreira é um tema central na conversa. Aguado aconselha contra a delegação da gestão da carreira a outros, argumentando que cada profissional deve ativamente construir seu caminho, buscando crescimento e aprendizado, mesmo que isso signifique fazer movimentos laterais para adquirir novas habilidades e experiências.

Abordagens de Liderança e gestão de equipes de marketing para Motivação e Apoio em Ambientes de Trabalho Desafiadores

A gestão eficaz de equipes de marketing em contextos contemporâneos exige uma compreensão profunda das dinâmicas geracionais, estratégias de motivação e a capacidade de apoiar a saúde mental dos colaboradores. Este blogpost explora práticas recomendadas de liderança e gestão de equipes de marketing para navegar por essas complexidades, com insights valiosos de Daniel Aguado.

Navegando pela Ansiedade Geracional por Crescimento Precoce

Entendendo as Expectativas de Crescimento

Daniel Aguado aborda a ansiedade observada especialmente na geração Z, uma geração marcada pela imediatez e uma pressa em alcançar crescimento profissional. Ele destaca a importância de gerenciar expectativas, enfatizando a necessidade de tempo e experiência para que o crescimento seja significativo e sustentável.

Aguado sugere uma abordagem paciente, orientando os colaboradores a reconhecerem o valor da experiência acumulada e a importância do desenvolvimento gradual de habilidades e repertório.

Estratégias de Motivação e Reconhecimento

O Papel da Autonomia e Reconhecimento nas Pequenas Conquistas

Aguado identifica a entrega de resultados e a autonomia como fatores cruciais de motivação para equipes de marketing. A capacidade de ver o próprio trabalho refletido em campanhas bem-sucedidas e ter a liberdade de propor ideias e questionar o status quo são apontados como essenciais para manter os membros da equipe engajados e motivados.

Além disso, Aguado ressalta a importância de celebrar as pequenas vitórias e aprendizados diários, contribuindo para a motivação contínua e a satisfação no trabalho.

Apoio à Saúde Mental e Desafios Pessoais

Equilibrando o Suporte Funcional com a Autonomia Individual

Abordando um tema delicado, Aguado discute o papel da liderança e gestão de equipes de marketing no apoio a colaboradores enfrentando desafios de saúde mental ou problemas pessoais. Ele enfatiza a importância de estabelecer uma relação de confiança, oferecendo suporte e recursos disponíveis sem invadir a privacidade ou tomar decisões em nome do colaborador.

Aguado sugere disponibilizar uma “caixa de ferramentas” de opções funcionais, como férias ou licenças, permitindo que o colaborador escolha a melhor forma de apoio para sua situação específica.

Estratégias de liderança e gestão de equipes de marketing para Avaliação e Desenvolvimento de Equipes de Marketing

Avaliar a performance e gerenciar o desenvolvimento de equipes de marketing envolve equilibrar métricas quantitativas e qualitativas, reconhecendo a diversidade de habilidades e a complexidade dos comportamentos individuais. Este blogpost explora métodos eficazes para medir performance, abordagens para o feedback e decisões sobre a retenção ou desligamento de colaboradores, seguindo a perspectiva de Daniel Aguado.

Avaliação da Performance em Equipes de Marketing

Equilibrando Métricas Quantitativas e Qualitativas

Daniel Aguado destaca a importância de medir a performance de equipe utilizando tanto métricas quantitativas quanto qualitativas. Enquanto os números podem facilmente indicar a produtividade, como a quantidade de banners criados por um designer, as medidas qualitativas, como a qualidade da entrega e o impacto no clima organizacional, requerem uma avaliação mais subjetiva e atenta.

Aguado sublinha que o desempenho técnico de um colaborador deve ser equilibrado com seu comportamento e contribuição para o ambiente de trabalho.

Desenvolvimento Técnico vs. Comportamental

Aguado aponta que é mais fácil desenvolver habilidades técnicas em colaboradores do que modificar comportamentos. Com isso, ele sugere que metas claras sejam definidas para ambas as dimensões, ajustando as expectativas de acordo com o nível de desenvolvimento de cada membro da equipe, desde os mais júnior até os gestores.

Recuperação e Feedback para Colaboradores com Baixo Desempenho

Feedback Imediato e Conversas Sinceras

Quando se identifica um colaborador com desempenho abaixo do esperado, Aguado enfatiza a importância do feedback imediato e de conversas sinceras. A abordagem não deve ser adiada para as avaliações formais de performance, mas sim tratada assim que desvios são observados. Estas conversas devem buscar entender as motivações do colaborador e se sua posição atual faz sentido para suas aspirações e habilidades.

Identificando a Disposição para Mudança

A disposição do colaborador para se engajar e melhorar após o feedback é crucial para decidir os próximos passos. Se houver um esforço genuíno para melhorar, pode valer a pena investir mais tempo no desenvolvimento daquela pessoa. Caso contrário, a liderança e gestão de equipes de marketing enfrenta o desafio de tomar decisões difíceis, como o desligamento.

Tomando Decisões sobre Desligamento

O Momento de Desligar

Determinar o momento certo para desligar um colaborador é complexo e requer uma avaliação cuidadosa da atitude do indivíduo frente às tentativas de desenvolvimento. Aguado argumenta que, em alguns casos, a separação pode ser benéfica para ambas as partes, liberando o colaborador para encontrar um caminho mais alinhado com suas paixões e habilidades e permitindo à equipe manter ou melhorar seu clima e produtividade.

O Processo de Desligamento

O processo de desligamento deve ser conduzido com respeito e consideração, envolvendo um acompanhamento adequado e, quando possível, preparando o colaborador para a transição. Aguado ressalta que, embora desafiador, o desligamento faz parte das responsabilidades da liderança e gestão de equipes de marketing e deve ser tratado como tal, sempre com foco no respeito mútuo e na integridade.

O Profissional de Marketing Ideal

Valorizando o Repertório Cultural

Daniel Aguado destaca a importância do repertório cultural como um atributo essencial para profissionais de marketing. A exposição a diferentes formas de arte, literatura e experiências sociais enriquece a criatividade e a empatia, permitindo aos profissionais desenvolver campanhas que ressoam com um público amplo e diversificado.

Aguado enfatiza que um profissional de marketing deve estar aberto a explorar além de seus interesses pessoais para abraçar uma variedade de perspectivas e ideias.

Excelência na Comunicação

Além do repertório cultural, a proficiência em comunicação, especialmente no domínio da língua portuguesa, é considerada fundamental. A habilidade de comunicar ideias clara e efetivamente é crucial, tanto na criação de conteúdo quanto na interação com equipes e stakeholders. Aguado ressalta que a precisão e a riqueza da língua portuguesa fornecem ferramentas valiosas para o marketing e a comunicação.

Gerenciando Diversidade de Personalidades

Valorizando Perfis Diferentes

Confrontado com a diversidade de personalidades dentro de uma equipe, incluindo introvertidos e extrovertidos, Aguado argumenta contra a homogeneização. Ele advoga por um ambiente de trabalho onde as diferenças são vistas como forças, não fraquezas. Reconhecer e utilizar as habilidades únicas de cada membro da equipe, ao invés de forçá-los a se encaixar em um único molde, pode levar a resultados mais inovadores e eficazes.

Aprendizado e Desenvolvimento Mútuo

Aguado expressa uma preferência por trabalhar com indivíduos que oferecem perspectivas diferentes das suas, vendo isso como uma oportunidade para desafios e aprendizado. Ele destaca a importância de estar aberto a aprender com os membros da equipe, independentemente de sua posição hierárquica. Esta abordagem não só promove o desenvolvimento pessoal do líder, mas também incentiva um ambiente de trabalho dinâmico e inovador, onde todos se sentem valorizados e motivados a contribuir.

Selecionando o Fornecedor Ideal

A Importância do Repertório Cultural

Daniel Aguado valoriza profundamente o repertório cultural em parceiros de marketing. Para Aguado, um fornecedor ideal é aquele que está constantemente engajado em atividades culturais diversas, como leitura, cinema e exposições. Essa riqueza de experiências não apenas alimenta a criatividade, mas também amplia a capacidade de compreensão e conexão com uma variedade de públicos em campanhas de marketing.

Aguado argumenta que a capacidade de ver além das preferências pessoais e abraçar uma gama ampla de conteúdos é crucial para desenvolver campanhas que ressoem universalmente.

Excelência na Comunicação

Outro atributo essencial para um parceiro de marketing de sucesso, segundo Aguado, é a excelência na comunicação, começando com um domínio impecável do português. A habilidade de se expressar claramente e de maneira criativa é vista como uma ferramenta poderosa no marketing e na comunicação, capaz de diferenciar e potencializar as mensagens transmitidas.

Gerenciando a Relação com Fornecedores

Construindo Parcerias Estratégicas

Aguado enfatiza a interdependência estratégica entre áreas de marketing e seus fornecedores. Para ele, uma relação de sucesso vai além do envio de briefings: requer envolvimento, partilha de informações relevantes e alinhamento estratégico. Aguado defende que os fornecedores devem ser vistos como parceiros estratégicos em marketing, com um entendimento profundo dos objetivos e desafios da empresa, para que possam contribuir significativamente para o sucesso das estratégias implementadas.

Comunicação Aberta e Reciprocidade

A reciprocidade na relação cliente-fornecedor é fundamental. Aguado espera que os fornecedores sejam proativos, sugerindo soluções e inovações que possam agregar valor às campanhas e estratégias. Além disso, a comunicação aberta e honesta, principalmente em relação à capacidade de entrega e às expectativas, é crucial.

Aguado ressalta a importância de evitar surpresas de última hora e trabalhar juntos para encontrar soluções viáveis quando surgem desafios.

Mauro Palacios e Daniel Aguado falam sobre liderança e gestão de equipes de marketing.

O Verdadeiro Propósito do Marketing

Contribuições para a Sociedade

Contrariando a percepção pejorativa associada aos marqueteiros, Daniel Aguado ressalta a importância e o propósito do marketing na sociedade. Ele argumenta que, além de estimular o consumo, o marketing tem o poder de simplificar e enriquecer a experiência do consumidor, facilitando suas decisões de compra. Mais do que isso, Aguado vê o sucesso comercial alcançado através de estratégias de marketing eficazes como uma oportunidade para as marcas contribuírem socialmente, reforçando o papel do marketing como uma força para o bem.

Responsabilidade e Impacto Social

Aguado destaca que as campanhas de marketing bem-sucedidas permitem que as empresas apoiem causas sociais significativas. Ele observa como muitas marcas têm liderado conversas sobre temas importantes como diversidade e inclusão, utilizando o marketing não apenas para vender produtos, mas também para promover valores positivos na sociedade.

Selecionando Parceiros Estratégicos

Parceiros com Visão Compartilhada

Na escolha de fornecedores, Aguado busca parceiros que compreendam profundamente a estratégia da empresa e que sejam capazes de contribuir para sua execução. Ele enfatiza a importância de uma relação estratégica e de alta complexidade com fornecedores, onde a transparência e o envolvimento são chave para o sucesso mútuo.

Aguado valoriza fornecedores que estão prontos para ir além da execução de tarefas, participando ativamente na formulação e no sucesso das estratégias de marketing.

Expectativas de Reciprocidade

Aguado espera que os fornecedores sejam proativos e ofereçam soluções, não apenas problemas. Ele destaca a importância de definir expectativas claras e de manter uma comunicação aberta para evitar desentendimentos e garantir a entrega de resultados. A capacidade de um fornecedor de antecipar necessidades e contribuir com ideias inovadoras é crucial para estabelecer uma parceria de sucesso em marketing.

Navegando Desafios no Marketing

Enfrentando “Perrengues” e Aprendendo com Eles

Aguado compartilha sua experiência com desafios operacionais e técnicos em marketing, como o transporte da Chama Olímpica, destacando que tais “perrengues” são oportunidades de aprendizado. Ele ressalta a importância da resiliência e da capacidade de responder rapidamente a erros e crises, características fundamentais para qualquer equipe de marketing resiliente.

A Resiliência Como Chave para o Sucesso

Em um mundo onde o feedback pode ser instantaneamente positivo ou negativo, a resiliência se torna uma qualidade indispensável para os profissionais de marketing. Aguado lembra que, embora o objetivo seja sempre minimizar erros, a habilidade de lidar com eles de forma eficaz e aprender com as experiências é o que realmente define uma equipe de marketing bem-sucedida.

Superando Preconceitos e Ampliando o Repertório

A Importância de um Vasto Repertório Cultural

Daniel Aguado ressalta a relevância de um repertório cultural extenso para profissionais de marketing, argumentando que a capacidade de compreender e se conectar com uma ampla gama de audiências é essencial. Ele enfatiza que ir além das preferências pessoais e explorar uma variedade de experiências culturais enriquece o processo criativo e contribui para campanhas de marketing inclusivas.

Priorizando as Expectativas do Cliente

Aguado destaca a necessidade de colocar as expectativas e preferências do cliente acima das pessoais. Ao desenvolver campanhas, é crucial focar no que o cliente deseja e espera da marca, garantindo que a mensagem seja recebida de maneira efetiva e positiva.

Antecipando o Futuro do Marketing

Encontrando o Equilíbrio entre Tecnologia e Humanidade

Aguado prevê um futuro no qual a tecnologia, embora continue a desempenhar um papel significativo, será equilibrada com uma abordagem mais humana e sensível. Ele sugere que a combinação da tecnologia com a sensibilidade humana no marketing permitirá que o marketing toque os consumidores de maneira mais profunda e significativa, potencialmente movendo-se além da ênfase em preços para criar conexões verdadeiramente pessoais com o consumidor.

O Profissional de Marketing do Futuro

Olhando para o futuro, Aguado acredita que o profissional de marketing bem-sucedido será aquele que mantém um olhar atento à sensibilidade humana, compreendendo e atendendo às necessidades individuais dos consumidores. Este profissional, principalmente aquele que almeja liderança e gestão de equipes de marketing, deverá transcender o jargão do “cliente no centro” para se colocar genuinamente no lugar do outro, entendendo suas dores e oferecendo soluções que aliviem essas dores de maneira eficaz e satisfatória no marketing moderno.

Nunca Pare de Aprender

A Busca Contínua por Conhecimento

A primeira e talvez a mais fundamental dica de Aguado é o compromisso com o aprendizado contínuo. No dinâmico campo do marketing, onde as tendências evoluem e as tecnologias avançam rapidamente, manter-se informado e educado é crucial. Aguado incentiva profissionais em início de carreira a procurarem ativamente por novas informações, estudos e experiências que possam enriquecer seu repertório profissional e pessoal no marketing digital.

Mantenha a Paciência e o Equilíbrio

Navegando pela Montanha-russa da Carreira

Aguado reconhece que uma carreira em liderança e gestão de equipes de marketing pode ser uma montanha-russa de experiências, alternando entre momentos de sucesso e desafios. Ele aconselha a manter a paciência e a não se deixar abalar excessivamente pelos períodos difíceis, nem se deslumbrar demais nos momentos de triunfo.

Manter um equilíbrio emocional diante das flutuações inerentes à profissão é essencial para um crescimento sustentável e uma carreira satisfatória em liderança e gestão de equipes de marketing.

Construindo Relações e Compartilhando Conhecimento

Conectando-se com a Comunidade

Para aqueles interessados em seguir os conselhos de Aguado e aprender mais com sua experiência, ele oferece duas principais vias de conexão: o LinkedIn e contribuições para o site Marcas Pelo Mundo. Aguado enfatiza a importância de construir uma rede de contatos profissionais no marketing e de compartilhar conhecimentos e experiências com a comunidade de marketing.

Neste blogpost, exploramos as profundezas da liderança e gestão de equipes de marketing através dos insights de Daniel Aguado, abrangendo desde a seleção de talentos e a construção de parcerias estratégicas até enfrentar desafios e antecipar o futuro do marketing.

Aguado ressalta a importância de um repertório cultural amplo, da excelência na comunicação e da habilidade de ir além das preferências pessoais para atender às necessidades dos clientes.

Ao final, ele também destaca a necessidade de gerenciar a diversidade dentro das equipes, promovendo um ambiente de aprendizado contínuo e adaptação às mudanças.

Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog e assista aos episódios completos!

📸 – INSTAGRAM: @mauropalacios @twistmkt

Novos episódios toda terça!